Quem somos

Associação Brasileira dos Treinadores de Tambor e Baliza – ABTB foi fundada em 2007, e tem como objetivo, auxiliar, orientar e oferecer aos treinadores, melhores condições de trabalho, agregando o conhecimento a prática, gerando melhor condicionamento e desenvolvimento dos animais. Outro propósito da Associação é fazer com que esse aperfeiçoamento humano, reflita na vida competitiva dos jovens e amadores, que necessitam da qualificação destes profissionais.

 

MISSÃO: Prestar um serviço de excelência em defesa dos associados na busca constante do desenvolvimento, em âmbito nacional, de ações de integração com órgãos e entidades que promovam a garantia dos direitos e deveres de TREINADORES, bem como, o estudo e divulgação de ideias, serviços e produtos que possam oferecer melhor qualidade de vida, assim como desenvolvimento, segurança em eventos das modalidades de TAMBOR & BALIZA.

 

VISÃO: Ser referência, como Associação sem fins lucrativos, na defesa dos direitos dos TREINADORES de TAMBOR & BALIZA e como entidade fomentadora de estudos, promoção e divulgação de tudo que possa garantir melhor condições de trabalho.

 

VALORES: A fonte de receita da ABTB será as decorrentes da sua prestação de serviço (cursos, seminários, feiras, material informativo, realização de eventos e patrocínios), contribuição anual dos associados pagantes, doações e verbas governamentais e/ou particulares destinadas a ações sociais e implementação de projetos da ABTB

Diretora Biênio 2018-2020

Presidente: Eliana Henke Carrano da Rocha Leão;

Primeiro Vice-presidente: Ronildo Martins de Morais;

Segundo Vice-presidente: Marcos Aparecido Monzinho Oliveira;

Terceiro Vice-presidente: Paulo Sérgio Pereira de Araújo;

Tesoureiro: Abelino Rodrigues de Araújo Filho;

Secretário: Claudio Pereira da Silva;

Diretor de Esporte: Eliel Horsth Corrêa.

Diretor de Esporte Paratleta: Antônio Marcos de Paula Ribeiro;

Diretor de Patrimônio: Marinaldo Aparecido Pegos Souza;

Diretor do Bem-Estar Animal: José Armando de Oliveira Santos;

Diretor de Assuntos Internacionais: Sidnei Pereira da Silva Junior;

Conselheiro Fiscal: Miguel Dias da Silva Filho.

Eliana Henke Carraro da Rocha Leão (Lica Leão) – Gestão 2018 a 2020

Assumiu a Associação em uma fase crítica entre os treinadores e vem reestruturando toda a entidade. Refez o site da Associação, resgatou alguns projetos passados e criou novas ações, unindo novamente os profissionais.

Rafael Simões – Gestão 2017 a 2018

Já fazia parte do quadro de diretores da gestão anterior, sempre teve o foco em cursos, ampliando para vários lugares do Brasil, com a chancela da ABTB. Enfatizou a questão do associado ser certificado.

“Foi uma honra fazer parte dessa Associação. Entrei como diretor de esportes na gestão do Bruno Ribeiro, mas antes já vinha ajudando o Abelardo nos cursos. Fui presidente e depois fiquei como diretor até a gestão do Ditinho. Meu objetivo desde sempre foi promover cursos e levar conhecimento para todos os profissionais, jovens e amadores dos 3 Tambores e das Seis Balizas. Foram 8 anos ajudando a levar conhecimento para todos do nosso esporte.”

José Benedito Marciano (Ditinho) – Gestão 2015 a 2017

Ditinho, como é conhecido foi o quarto presidente da ABTB. Assumiu a entidade em uma fase difícil. Realizou a 7ª Copa Brasil e Potro Brasil que já estava em sua 4ª edição, promoveu Curso com Paulo Araújo que passou os conhecimentos de como treinar cavalos para amador e junto o Dito Monzinho, ensinando suas técnicas de doma.

“ Foi um prazer para mim estar à frente da ABTB e um desafio também. Mas Deus sempre está com a gente e tudo acaba dando certo. Foram dois anos de Copa Brasil e seguindo com os cursos”, expôs Ditinho.

Bruno José Ribeiro – Gestão 2013 a 2015

Foi o segundo presidente da história da ABTB, fez um trabalho de fomento seguindo a linha de cursos, trazendo novamente ao Brasil, Troy Crumrine, um dos que teve mais participantes até hoje, e valorizando os profissionais da Associação, criou o 1º Curso com treinadores brasileiros na entidade.

O curso na época foi de três dias, com os treinadores: Lauri Goulart, Marcos Monzinho e Décio Talon. Cada dia um mostrava as suas técnicas e passava mais conhecimento aos participantes.

“ A gente fez um trabalho intenso de abertura da Associação, de desvincular um pouco a figura do presidente. Depois de mim, não houve repetição de presidente, e isso acho que foi saudável para a entidade. Trouxemos novamente Troy Crumrine ao Brasil e promovemos o 1º Curso com treinadores brasileiros da ABTB, prestigiando o talento dos nossos profissionais”

Nessa gestão o evento da ABTB passou a ser Copa Brasil e não mais Copa São Paulo, realizado no Haras Raphaela, em Tietê/SP, e teve recordes de inscrições.

Abelardo Peixoto – Gestão 2007 a 2013

Fundador da ABTB, esteve à frente da Associação por sete anos. Sua gestão teve um papel de divisor de águas, com relação a estrutura de provas, valorização profissional, a aproximação do treinador com o criador. Trouxe ao Brasil grandes nomes dos Três Tambores para dar clínicas, e ainda, criou a Copa São Paulo, que posteriormente passou a ser Copa Brasil.

“ A ABTB me ensinou muito, sou grato por isso. A Joyce Loomis me incentivou a dar esse passo e tive sempre o apoio da minha família, o que fortaleceu ainda mais esse projeto da Associação. Para ter caixa na época e conseguir realizar os projetos, a ABTB teve ajuda de muitas pessoas, as quais sou muito grato, mas em especial: Ovídio Vieira Ferreira, Francisco Calle, Marcelo Ferreira (Lô), Edson Montequese, Vaguinho, esses, doaram potros, animais para ser vendidos e gerar renda para a Associação e foi muito importante”, lembra Abelardo Peixoto.